Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

MPDFT

Menu
<

Tamanho da fonte:

Foram mais de 90 casos em, pelo menos, 20 locais de atendimento

A força-tarefa do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) que fiscaliza as ações de combate à Covid-19 recebeu, até esta quinta-feira, 4 de fevereiro, mais de 90 denúncias de irregularidades na aplicação de vacinas contra a doença. Dessas, 62 diziam respeito a pessoas que foram vacinadas sem fazer parte dos grupos prioritários.

Foram registradas situações suspeitas em, pelo menos, 20 locais de vacinação em diversas cidades do Distrito Federal. O coordenador da força-tarefa, José Eduardo Sabo, esclarece que as denúncias serão enviadas às promotorias de Justiça responsáveis e apuradas de forma rigorosa. “O Ministério Público está atento para que a vacinação ocorra de forma eficiente e seguindo as regras do plano elaborado pela Secretaria de Saúde”, afirmou.

Desde o início da vacinação, integrantes da força-tarefa têm inspecionado os locais de aplicação. Após sugestões do MPDFT, houve alterações no fluxo de atendimento à população, com aumento do número de salas e organização de sistema drive-thru.

Denuncie

Para denunciar irregularidades na vacinação, o cidadão pode procurar a Ouvidoria do MPDFT. O atendimento é feito pelo telefone 0800 644 9500, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h. Também é possível entrar em contato pelo formulário eletrônico.

Secretaria de Comunicação
(61) 3343-9604 / 3343-9601 / 3343-6413 / 99303-6173
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
facebook.com/mpdftoficial
twitter.com/mpdft
youtube.com/mpdftoficial
instagram.com/mpdftoficial

.: voltar :.